Header Ads

[Opinião] Por que um iPad mini faz muito sentido para a Apple?

Agora é oficial e as chances de que a Apple realmente irá apresentar o tão falado iPad mini é quase 100%. Porém num momento onde o iPad 3 reina com uma boa fatia do mercado de tablets, será que a Apple precisa mesmo lançar um modelo menor para competir com os tablets Android de 7 polegadas, especialmente o Nexus 7 do Google e o Kindle da Amazon?


Steve Jobs chegou a declarar em uma entrevista que não fabricariam um iPad menor não devido ao preço, mas sim por 7 polegadas não ser um tamanho ideal para exibir aplicativos. Então será que a Apple está passando a ter outra visão?


Antes de você falar que se Steve Jobs estivesse vivo isso não aconteceria, sinto-lhe informar que você não entende praticamente nada de negócios, e se fosse o CEO da Apple a levaria a falência em pouco tempo. Embora eu concorde que o tamanho de 9,7 polegadas é ideal para a navegação na internet e visualização de vídeos, uma versão menor traria muitos benefícios.

Pode parecer que não mas existe sim um grande mercado potencial que demanda por tablets menores, pois são mais fáceis de serem levados para qualquer canto e geralmente cabem com mais facilidade em bolsas, mochilas, malas e até em paletós. De acordo com uma pesquisa da iHS iSuppli, dos 126.6 milhões de tablets que serão vendidos este ano, 32% seriam os de 7 polegadas. No ano passado essa demanda era de 26%. Portanto o iPad mini será ideal para mulheres que preferem algo mais portátil assim como para quem precisa levá-lo ao trabalho ou à escola, por exemplo.

Outros benefícios estariam relacionados ao consumo de conteúdo digital, como a leitura de e-books, que num aparelho menor, não causará tanto cansaço nas mãos para quem segurá-lo quando comparado com o modelo atual de 9.7 polegadas. Com isso ele também será uma boa opção para quem adora assistir vídeos e jogar também, pois às vezes essa última tarefa acaba ficando um pouco desconfortável no atual iPad, principalmente em jogos de corrida que utilizam o acelerômetro.


Além disso espera-se que o iPad mini, caso tenha uma tela de 7.85 polegadas, seja cerca de 20% menor e mais leve que o atual iPad 3, o que certamente vai agradar muita gente. Mas o que realmente vai chamar a atenção do aparelho será os seus preços que serão menores do que o modelo atual. Se o modelo de 8GB custar $249, podemos esperar que o seu preço final no Brasil seja de R$750, o que vai facilitar muito que a maioria da população possa adquirir um. O preço menor também vai facilitar com que o tablet seja aderido por escolas para contribuir na educação e ensino em geral.

Entendem agora o porquê da Apple lançar um iPad mini? Talvez na época quando o primeiro iPad foi lançado ele não parecia uma boa ideia, mas agora com um mercado que está demonstrando cada vez mais interesse por tablets, oferecer mais opções ao consumidor permite que ele adquire aquilo que lhe for mais conveniente e que realmente possa atender as suas necessidades de uso.

Um dos problemas é que o iPad mini não terá nada revolucionário, e será apenas um produto visando atingir um mercado específico que aparentemente ainda não tem produtos de qualidade ou da mesma altura, afinal de contas há mais de 200 mil aplicativos feitos exclusivamente para o iPad, sem contar o sistema que embora esteja ficando um tanto datado, é rápido, estável e seguro. Assim a Apple vai garantir que o iPad seja a referência em tablets, seja em modelos de 7 ou 10 polegadas.

E vocês, o que acham do iPad mini?

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.